Início / Geral / O mundo LGBT e a religião

O mundo LGBT e a religião

LGBT e a religião

O mundo LGBT é visto por muitos católicos como um mundo de pecado, pois existem muitos religiosos que defendem que uma relação amorosa apenas deve acontecer entre pessoas de sexo diferente. O assunto da religião e do mundo LGBT tem sido muito debatido e o mundo LGBT tem sido alvo de criticas severas.

Fique a conhecer melhor a temática da religião no mundo LGBT.

A mudança do pensamento

A religião e a interpretação que fazemos dela, está constantemente a alterar. O que antigamente era considerado impróprio, hoje já é aceite pela maior parte das igrejas. Os princípios morais variam de religião para religião, no entanto, o mundo LGBT é praticamente sempre rejeitado. Com a continuação da inclusão do mundo LGBT na nossa sociedade, este pensamento irá eventualmente mudar, tornando-se ou aceite, ou pelo menos tolerado.

Antigamente ter relações sexuais antes do casamento era considerado impróprio e era fortemente criticado, no entanto, hoje em dia acaba por ser aceite, desde que realizado com a pessoa com quem pretendemos casar.

Ser LGBT e religioso

Ser LGBT não significa que não possa ser religioso. A religião e a fé são muito próprias de cada pessoa e você poderá, ser LGBT e continuar a frequentar a igreja. Cada pessoa faz a sua própria interpretação da religião e deve acreditar nos valores que considera corretos. Ser LGBT não implica que não possa seguir e acreditar nos valores religiosos, pois ao ser LGBT, sabe que não está a prejudicar ninguém, está apenas a seguir o seu coração e a ser feliz. A dedicação e devoção de um LGBT podem ser iguais ou mesmo superiores às de um heterossexual, pois a orientação sexual não deve ser utilizada para medir a sua fé!

Não deixe que crenças estereotipadas prejudiquem a sua religião e o convençam de que não tem o direito de ser religioso. Os preconceitos continuam a cair, lentamente, mas um dia, as pessoas serão julgadas pelo que são e não pela sua orientação sexual.

Procure apoio na comunidade LGBT

Assumir-se enquanto LGBT já é difícil, mas ver a sua fé colocada à prova por causa das suas escolhas sexuais, também pode ser uma fardo muito pesado. Não passe por este processo sozinho! Converse com outros membros da comunidade LGBT que certamente o poderão aconselhar e a ajudar a aceitar os seus próprios valores.

Na nossa comunidade vai poder conhecer pessoas LGBT que estão, ou já estiveram, a enfrentar os mesmos receios e que certamente o poderão ajudar a encontrar uma solução.

Não se deixe atormentar por preconceitos e estereótipos…fale connosco!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.7/10 (9 votes cast)
O mundo LGBT e a religião, 9.7 out of 10 based on 9 ratings

Acerca Marta

Um comentário

  1. Olá! Aproveitando a temática discutida, hoje foi lançado um documentário de autoria minha e de meu grupo a respeito da relação entre religião e homossexualidade. O enfoque é a conciliação entre esses dois lados graças à existência de uma teologia inclusiva e um pensamento histórico-crítico das religiões.

    O trabalho é fruto de um projeto do curso de Jornalismo da PUC-Campinas, mas foi produzido totalmente de forma independente, sem amarras com a Universidade. Caso haja interesse por parte do site em assistir e/ou divulgar o trabalho, aqui está o link e o release:

    O documentário “O Mesmo Amor” é um retrato da relação de homossexuais com a religião a partir da história de vida de personagens que encontraram, dentro de um ambiente religioso que acolhe a diversidade, conforto e realização com a própria fé. O projeto tem como foco a Igreja Cristã Evangelho Para Todos, uma das primeiras igrejas cristãs do Brasil a pregar a Teologia Inclusiva.

    http://www.youtube.com/watch?v=KzXmnrG7-Fk&feature=youtu.be&hd=1
    ____________________________________________

    Produzido e idealizado por:
    Mariane Galacini Tadeu, Luiza S. A. Judice, Paulo Do Valle e Ligia Dumit

    Produzido e editado por:
    Firehouse Media (Rafael Gimenes e Pedro Ricardo Pagani)

    Abraços

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.