Início / Geral / Já ouviu falar dos g0ys? Conheça este movimento que… Não é gay!

Já ouviu falar dos g0ys? Conheça este movimento que… Não é gay!

g0ys

Ao ler este artigo o seu primeiro pensamento é: g0ys é um nome diferente que arranjaram para designar os gays. Errado. O termo g0y designa um grupo de homens que não se restringe às definições típicas existentes (homossexual, heterossexual ou bissexual).

No entanto, vamos por partes para ficar a conhecer este movimento que se espalhou pelo mundo.

Se não são gays, o que são os g0ys?

A terminologia for criada algures nos Estados Unidos (não se sabe por quem nem o sítio exato) por volta da primeira década de 2000. Este movimento já se encontra largamente difundido e foi adotado por homens de todas as orientações sexuais (sim, este é grupo formado apenas por homens, não existem mulheres g0y).

No entanto, originalmente era um termo associado apenas a homens que não tinham práticas sexuais com outros homens, nem aderiam ao casamento gay, mas que mantinham contactos regular e subtil com amigos sendo considerados homoafetivos. Este tipo de relações entre homens também pode ser apelidadas de Bromance (romance entre irmãos – não irmãos de sangue mas de afinidade devido ao longo período de amizade entre ambos).

Então e aquele 0 no meio da palavra de onde é que veio?

O “0” no meio da palavra de forma a substituir a letra “a” é propositado e tem com finalidade identificar os homens que não praticam sexo anal com outros homens e que prezam a sua masculinidade. Embora seja este o significado a comunidade de g0ys conta também com um grande número de gays (embora estes não cumpram por motivos óbvios a regra básica de não terem sexo com outros homens) que não se identificavam com a cultura e valores aos quais a comunidade gay está normalmente associada.

Com a adesão de homens com diferentes orientações sexuais, o movimento g0y passou a ser mais associado a um movimento Liberal onde não existe homofobia, preconceito, recriminações e neuras. Pertencer a este grupo permite que exista uma maior afetividade entre os homens, salvaguardando sempre que querem ser associados aos valores que transmitem: amor, confiança, respeito, masculinidade e descrição.

Por norma nenhum g0y se assume como tal, uma vez que o movimento é considerado uma forma de estar e não um estereótipo sexual. Não existem líderes sendo por isso um movimento social em que os homens podem confraternizar uns com os outros sem serem necessariamente apelidados de gays e evitando assim uma parte da discriminação.

Curiosidades

Com a difusão do movimento foi criada uma bandeira especifica que os identifica e que tem o intuito de transmitir os valores pelos quais a comunidade se rege. A mesma foi criada por um brasileiro (um dos primeiros a assumir-se como g0y no Brasil) e é branca com 3 tons diferentes de azul (cor normalmente associada aos homens) conforme passamos a explicar:

  • Azul escuro – representa a intensidade e profundidade que o movimento tem atualmente;
  • Azul Índigo – significa a natureza guerreira do homem;
  • Branco – é a cor associada à amizade e à paz;
  • Azul Turquesa – representa a integridade de todos os homens que pertencem a este movimento;

Já conheciam o movimento?

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.6/10 (9 votes cast)
Já ouviu falar dos g0ys? Conheça este movimento que... Não é gay!, 8.6 out of 10 based on 9 ratings

3 comentários

  1. Sim, conhecia o movimento.

    Hoje como o Brasil representa a maior comunidade LGBT do mundo (engraçado é que também dizem que somos o país mais machista do mundo), essa mesma comunidade LGBT, da qual apesar de ser Bi não me identifico em nada, faz a discussão ir para o lado que não tem nada a ver com a vivência da sexualidade. Isso aqui no Brail tá parecendo briga de PT e PSDB, sexualidade gay não tem nada a ver com ser LGBT e da mesma forma a sexualidade g0y não tem nada a ver com uma ideologia anti-gay como alguns pregam (graças, são apenas como dito ALGUNS), o que eles são? São apenas homo-afetivos que saem dessa regra que existe um padrão e obrigatoriamente todos gostam do sexo anal passivo, assim com o tempo descobriram que o prazer da pegação, da sacanagem e até do abraço também é válido.

    Como gay internacionalmente é reconhecido como aquele cara que pratica sexo anal, seja como passivo (imagem social), seja como ativo, por isso que o mundo não os considera gay.

    Mas é bom lembrar que quem é homofóbico discrimina, gays e discrimina g0ys (mesmo que eles tecnicamente não sejam gays), então basta usar a inteligência, para ver que o argumento de psicologo de bar, que diz que é uma fuga, seria estranho. Para mim, não é fuga de um rótulo, criando outro. mAs a busca de seu lugar no mundo, o caras querem buscar uma identidade.

    Todos os g0ys que conheço se dão muito bem com os bissexuais, alias nós bisex, se pensarmos friamente, temos muitos mais a ver com o pensamento g0y do que com o movimento gay em sua maioria.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  2. Rafael Ccalumby do Nascimento

    Tomei conhecimento dos goy e isso para mim foi surpresa. Entendo perfeitamente o direcionamento de conduta. Se me fora dado oportunidade no meu passado, não fora eu educado sob o rigor familiar, eu não estaria hoje, lidando com um problema intimo muito sério. Eu tenho 76 anos, constitui família, tenho netos e bisneto e sempre vivi como hétero, apesar das crises íntimas que não me afetaram profissionalmente.Recentemente, submeti-me a uma anamnese que revelou que eu sou F64.8 segundo a OMS, classificado como disforia de gênero atípica. Na realidade eu sou um transgênero em potencial.Independente do que sou, sou muito humano e nunca tive tendência a menosprezar o próximo quaisquer que fossem (ou sejam) suas condições sociais.Apoio sim, o movimento LGBT e se eu fosse mulher ou pudesse fazer minha transição MtF eu seria lésbica.Acho lindo o amor entre duas mulheres quando ambas se comportam como mulheres sem o esteriótipo. Penso que é desnecessário sermos agressivos(as) ao Sistema, mas nos comportarmos com dignidade e superioridade.Não temos que nos curvarmos ante as agressões.No entanto devemos expor nossa dignidade por meio do nosso comportamento como seres humanos e sociáveis.Salve o movimento LGBT e todos os similares.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +3 (from 3 votes)
    • Parabéns pelo comentário, o mundo precisa de mais pessoas com essa mesma capacidade de esclarecimento. Imagino que sua jornada não deve ter sido fácil. Saibas que você me inspira a querer ser uma pessoa melhor. Muitas felicidades pra ti. Um viva a comunidade LGBT e g0ys!

      VA:F [1.9.22_1171]
      Rating: 0 (from 2 votes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *